Notícias

Operação Piracema: multas chegam a quase R$ 150 mil durante 3 meses de ações

Operação Piracema: multas chegam a quase R$ 150 mil durante 3 meses de ações
fevereiro 05
16:47 2018

Número de autuados foi menor, mas de pescado apreendido subiu

A PMA (Polícia Militar Ambiental) divulgou, nesta segunda-feira (5), o balanço da Operação Piracema, realizada durante 3 meses no Estado. O objetivo das ações era de preservar os peixes em seu período de reprodução. Neste ano, 37 pessoas foram autuadas, 35 presas e mais de 1.700 kg de pescado foram apreendidos. O valor de multas subiu em relação ao ano passado, ultrapassando R$ 147 mil.

Conforme a PMA, o número de pessoas autuadas, que foram 37, foi menor do que no ano anterior, quando 51 atuações foram registradas. Neste ano, foram 35 presos.

Embora os registros de infratores tenham sido menores, o valor das multas aplicadas subiu. Nos três últimos meses, foram aplicadas multas que chegaram a R$ 147.700, enquanto no ano anterior o número foi de R$ 109.566. A quantia revela um aumento de 34,80% em relação à operação passada.

Outro dado que superou o registrado na operação de 2017 foi a quantidade de pescado apreendido. O número subiu 86,33% em relação à operação de 2017. Neste ano, foram 1.746 kg contra 93 kg registrados no ano passado, excluindo os pescados apreendidos por falta de declaração de estoque. Segundo a PMA, neste ano, em uma única ocorrência em Corumbá, foram encontrados 949 kg de pescados.

Outro dado que superou a operação de 2017 foi o valor das multas. Nestes três últimos meses, foram aplicadas multas que chegaram a R$ 147.700, enquanto no ano anterior o número foi de R$ 109.566. A quantia revela um aumento de 34,80% em relação à operação passada.

Sobre os petrechos ilegais de pesca, barcos e motores de popa apreendidos, conforme a PMA, o número está dentro dos parâmetros das operações anteriores.

O único que item que aumentou, se comparado com o ano anterior, foi a quantidade de redes de pesca apreendidas, sendo 61,62% a mais. Foram 86 redes recolhidas nesta operação contra 33 de 2017.

Duas apreensões se destacaram pelo número de materiais apreendidos. A operações foram feitas pela PMA de Naviraí nos rios Ivinhema e Paraná, respectivamente apreendendo de 18 e 40 redes de pesca escondidas em acampamentos de pesca, sendo que quase todas as redes não estavam sendo utilizadas.

Conforme a PMA, os números totais da operação deste ano são semelhantes aos registrados nas ações passadas. Em média, uma tonelada de pescado é apreendida por Piracema, com cerca de 60 pessoas presas.

Compartilhar

Sobre o Autor

MS DE FATO

MS DE FATO

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

usuários registrados podem comentar.

Anunciantes

Calendário

fevereiro 2018
D S T Q Q S S
« jan    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728