Notícias

Medo de se Apaixonar. Isso existe??

Medo de se Apaixonar. Isso existe??
fevereiro 21
16:45 2018

2a33ddcf-5f58-45f8-87da-54e609647808

É normal que algumas pessoas tenham um certo receio de iniciar um novo relacionamento amoroso principalmente depois de terem passado por alguma decepção amorosa, mas existe um grupo de pessoas que foge totalmente do padrão e desenvolve uma verdadeira fobia quando o assunto é amor. A filofobia nada mais é do que o medo inconsciente de amar, de se apaixonar por alguém. Em alguns casos, pode incluir também o amor pelos amigos e familiares.

A filofobia não é o nervosismo normal que todos conhecemos que ocorre quando nos apaixonamos por alguém. Não é simplesmente aquele “friozinho” na barriga. O medo é tão desconfortante que desencadeia vários mecanismos de defesa. Essas pessoas expressam sintomas como nervosismo, agitação e ansiedade quando ficam expostos a situações que possam criar algum tipo de vínculo ou afeto.

O mecanismo de defesa mais utilizado por pessoas com esse distúrbio é procurar defeitos no par amoroso. Usa esses supostos defeitos como justificativa para ir além e não seus sentimentos.

Muitos filofóbicos, para não enfrentar seus problemas com a intimidade, se apegam a amores impossíveis e inalcançáveis. Convencem a si mesmos que não podem amar, pois seu amor é impossível.

O artigo “Filofobia: Medo de amar” da theclinic.cl, explica “A ideia de que o seu parceiro vai deixá-lo por outra pessoa serve como desculpa para não se comprometer “. Por isso provocam brigas, geralmente motivadas pelo ciúme, para que a outra pessoa termine a relação. Quando percebem que a relação está se aprofundando, se afastam, não respondem aos seus telefonemas e até inventam desculpas para não se encontrar com o parceiro.

Acredito que abandonam para não serem abandonados, pois possuem dificuldade em se aprofundar na relação. Situações traumáticas no passado na convivência com os pais e também em relacionamentos conturbados com histórico de traição podem acabar desenvolvendo a fobia. O medo de vivenciar essa relação traumática de abandono/rejeição do passado novamente é insuportável e precisa ser evitada a todo custo.

Além da sensação de perca de controle que temos quando estamos apaixonados, e isso é bastante assustador para um filofóbico. E em uma relação afetiva você fica vulnerável.

Quem desenvolve essa doença apresenta sintomas físicos típicos de ansiedade como: boca seca, náusea, sudorese, respiração rápida, dificuldade de respirar, choro, tremores e ataques de pânico, só de pensar na relação afetiva.

Se você se identificou após ler esse texto talvez seja o momento de procurar ajuda. A filofobia tem tratamento. É possível superar esse medo. Existem várias abordagens psicoterapêuticas que podem auxiliar.

www.camilamarcon.com.br

Psicóloga Camila Marcon

Crp 14/03453-7

logo sem fundo

Sobre o Autor

MS DE FATO

MS DE FATO

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

usuários registrados podem comentar.

Anunciantes

Calendário

maio 2018
D S T Q Q S S
« abr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031