Polícia

Acusados pela morte da menina Raissa, têm prisão preventiva decretada

Autuados em flagrante, Elinho Arévalo, 33 e Leandro Pinosa, 20, tiveram prisão preventiva decretada nesta manhã (11) pelo juiz Eguiliell Ricardo da Silva da 3ª Vara Criminal da Comarca de Dourados.

Eles são acusados de envolvimento no estupro seguido de homicídio praticado contra Raissa da Silva Cabreira, 11 anos.

Os dois adultos devem ser transferidos da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) para PED (Penitenciária Estadual de Dourados) ainda nesta quarta-feira (11).

Já os três adolescentes de 13, 14 e 16 anos de idade, também acusados de participação no assassinato da menina, foram encaminhados ontem (10) para Unei (Unidade Educacional de Internação) Laranja Doce.

Premeditado

Raissa foi encontrada sem vida nas primeiras horas da manhã de segunda-feira (9) em uma pedreira abandonada, localizada na Aldeia Bororó, Reserva Indígena Federal de Dourados.

Além disso, conforme entrevista do delegado Erasmo Cubas concedida ao Dourados News nessa terça-feira (10), o estupro coletivo teria sido planejado.

O Elinho, tio da vítima e acusado de praticar estupros contra ela desde que a menina tinha apenas cinco anos de idade, teria chegado posteriormente no local e participado do crime sexual juntamente com Leandro e os três adolescentes.

Além disso, ainda de acordo com as investigações da Polícia Civil, o grupo teria decidido jogar Raissa do paredão da pedreira após ela ameaçar denunciá-los. Informações do site Dourados News.

Hits: 90

Redação Ms de Fato

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário


”Play”

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?