DESTAQUE

Após polêmica em redes sociais, comerciantes falam sobre corte de árvores no camelódromo

Heloisa Trindade/MS de Fato

Uma polêmica chamou atenção em um grupo do Facebook que trata assuntos de Sidrolândia, após uma postagem sobre a retirada das árvores em frente ao camelódromo da cidade, localizado na Rua João Márcio Ferreira Terra. O local, inaugurado em 2004, é conhecido por conter lojas em camelódromo, proporcionando a geração de emprego e renda a mais de 28 famílias sidrolandenses.

A postagem, que faz crítica a ação, recebeu centenas de comentários de outros cidadãos. Enquanto alguns tentavam entender o que aconteceu, outros concordavam com a autora da publicação.

Reprodução Facebook

Com a polêmica, a equipe do MS de Fato foi até o local para verificar a situação e entender o posicionamento dos comerciantes. Segundo os entrevistados, essa ação foi solicitada e aprovada por eles. Já o corte das árvores, aceito em unanimidade, aconteceu para que a nova cobertura metálica pudesse ser instalada para proporcionar conforto e espaço para circulação dos consumidores. Além disso, segundo eles, as árvores estavam danificando as calçadas devido a expansão das raízes.

Outras gestão já receberam o pedido dos comerciantes, mas mesmo com tantos anos de atuação, elas não foram atendidas. A última melhoria realizada no local foi na gestão do ex-prefeito Ari Basso (2012-2014), com a troca dos toldos e instalação das grades de segurança. Agora, as árvores que ficavam a menos de 3 metros das lojas darão lugar a uma cobertura metálica que substituirá o toldo, com necessidade de troca periódica.

Ilza Rosa Moreira, comerciante há 17anos. Foto: MS de Fato

Ilza Rosa Moreira, uma das primeiras lojistas, instalada no local há mais de 17 anos, comemora a reforma e demonstra empolgação e boas expectativas com a nova cobertura:

“Desde que estou aqui, sempre que o toldo é trocado, sol e chuva sempre estragam ele e prejudicam a gente. Agora, é um sonho que estamos vendo ser realizado. Fizemos uma reunião e pedimos a prefeitura para ajudar a gente com essa melhoria e eles atenderam”.

Questionada sobre a retirada das árvores Ilza afirma:

Nós fomos consultados sobre o corte e todos nós aceitamos prontamente e inclusive assinamos concordando. Porque, a cobertura não poderia ser feita da forma que queríamos se as árvores continuassem aqui. Assim, a cobertura será estendida para que os clientes possam andar aqui em dias de sol ou chuva e nossas lojas vão ficar mais visíveis.

Outro comerciante conversou com a nossa equipe sobre a nova cobertura. Reginaldo de Oliveira, popularmente conhecido como “Bugão”, proprietário do box 7 desde 2011, reafirmou a importância para todos dessa troca de cobertura e que tudo foi decidido junto aos proprietários dos boxes.

Reginaldo de Oliveira, popularmente conhecido como “Bugão”

“Em 11 anos aqui, somente o Sr Ari fez algo que foi a instalação das grades e depois a troca da lona. Na gestão do Marcelo, solicitamos uma nova troca da lona, já que tem que trocar de ano em ano, mas fomos informados que não havia condições de fazer no momento, então foi feita somente uma nova pintura. Esse toldo não é funcional para essas nossas estruturas, porque quando chove, eu mesmo tenho que ir embora porque molha tudo aqui. Mas, agora com a reunião que tivemos com o secretário Brito, acreditamos que a reforma na cobertura vai melhorar muito o nosso dia a dia. E para que essa melhoria seja feita, chegamos em um consenso de que precisaria tirar as árvores para que a estrutura metálica possa ir mais pra frente e ficar mais alta. Assim vai dar mais cobertura e ainda possibilitar um espaço para o cliente circular sem tomar sol ou chuva. E com os dias quentes, a lona piorava a situação, mesmo com a sombra das árvores, passamos muito calor aqui, agora com a cobertura com certeza vai melhorar pra gente”, afirma Reginaldo.

Vagner Alexandre, que está a dois anos como comerciante no box 18, também falou sobre a necessidade da retirada das árvores, para que o projeto de melhoria pudesse ser concluído.

Vagner Alexandre, que está a dois anos como comerciante no box 18

Nesses dois anos que estou aqui, não houve nenhuma melhoria aqui. E agora, antes de começar, fomos todos chamados em uma reunião com a  prefeitura, nos apresentaram o projeto e nós em comum acordo aceitamos a retirada das árvores, porque queremos a melhoria que a nova estrutura vai oferecer. Com elas, não daria pra estender a cobertura como gostaríamos e ainda tamparia a frente toda das lojas, dificultando a visibilidade do cliente.

O projeto

Procuramos a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, através do secretário Eidson Brito, já que o camelódromo é de responsabilidade da pasta, para conferir os detalhes do projeto. Segundo o secretário, as lojas são cobertas por toldo, que com o passar dos anos e as condições climáticas, acabam sendo danificadas. Assim, a ineficiência do material, faz com que os comerciantes precisem trabalhar com goteiras, calor excessivo devido a pouca altura da cobertura e uma estética ruim devido aos danos na lona. Então, o projeto é substituir a lona, por uma estrutura metálica que dará mais conforto aos trabalhadores e consumidores do local.

O secretário confirmou que a ação foi solicitada pelos comerciantes e prontamente atendida pela gestão, já que eles buscam essa melhoria há anos e até o momento não haviam conseguido que um gestor olhasse com bons olhos para as necessidades do local.

Quanto ao corte das árvores, houve avaliação do setor ambiental antes da retirada e além delas impossibilitarem a execução da obra, estavam danificando as calçadas.

O secretário ressalta que, o toldo só será totalmente retirado, após a finalização da nova cobertura, para que os comerciantes não fiquem expostos as condições climáticas. E, a estrutura retirada será cedida em parceria com SEDERMA para a Feira do Capão Seco, pois os feirantes de região estão trabalhando com sol e chuva, dificultando as vendas.

Confira abaixo a imagem do projeto final do camelódromo!

Consumidores que frequentam o local também apoiam o projeto. Lurdes, de 38 anos, informou em entrevista ao MS de Fato que acredita na melhoria que irá proporcionar.

Sempre que preciso de algo, eu venho aqui. Mas já aconteceu de eu não conseguir comprar por estar chovendo, molhando tudo. Ou de ficar andando no sol, desviando das árvores para ir em mais de um box. Agora, com o projeto que me mostrou, acredito que vai ficar melhor com tudo coberto pra gente circular, né?

Hits: 2535

Heloisa Trindade Trindade

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?