Polícia

Dez integrantes do PCC em MS acusados de participar de tribunal do crime vão a júri popular

Diário Online

Foram pronunciados os 10 réus pelo homicídio de Wilson dos Santos Alves, de 33 anos, crime cometido em 27 de março de 2019. Os integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) assassinaram a vítima em um tribunal do crime, por suspeita de que Wilson integrava o Comando Vermelho.

A sentença de pronúncia é da juíza Luiza Vieira Sá de Figueiredo, da Primeira Vara Criminal de Corumbá. Com isso, vão a júri popular Rogério dos Santos Teixeira, Oilson da Silva Garcia Júnior, Peterson Canhete Sena, Alexandre Ferreira, Jonathan Pablo da Costa, Marco Antônio Barbosa Figueiredo, Kleverson Ruiz de Souza, Eva Loslaine Dutra e Jorge Santos da Silva.

Dos réus listados, os sete primeiros tiveram a prisão preventiva mantida pela magistrada.

Tribunal do Crime do PCC

Conforme apontado na denúncia do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), no dia 27 de março de 2019, o grupo de nove homens matou Wilson dos Santos. Wilson foi morto com tiros na cabeça e na lombar. A princípio, os integrantes do PCC teriam identificado que ele fazia parte da facção rival, Comando Vermelho

Assim, durante o ‘julgamento’, parte do grupo mantinha contato com Kleverson por telefone, sendo ele o responsável por comandar as ações. Depois, o grupo levou a vítima até uma cantoneira. Após decidido o que seria feito com Wilson, o grupo o levou em um Siena até a estrada vicinal, onde ele teve pescoço e pés amarrados, sendo imobilizado.

O grupo atirou várias vezes, atingindo Wilson na cabeça e na região lombar. Wilson morreu no local e o corpo foi encontrado posteriormente. O grupo foi identificado e preso e também foram apreendidas armas e munições.

Hits: 2

Redação Ms de Fato

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário