Polícia

Durante festa de aniversário de bebê, menina de 13 anos é estuprada e polícia investiga o caso

Durante uma festa de aniversário de um bebê de 1 ano, em Campo Grande, no último domingo (15), uma menina, de 13 anos, teria sido estuprada por um pedreiro, de 34 anos, que chegou a ser preso, mas acabou colocado em liberdade com tornozeleira eletrônica.

A menina contou que estava na festa quando a ex-mulher do suspeito pediu ajuda para servir o bolo para os convidados, sendo que o ajudante de pedreiro teria se aproveitado da situação para passar as mãos em suas partes íntimas.

A adolescente ainda disse que logo contou para a ex-mulher do homem, que avisou a mãe da menina. O ajudante de pedreiro teria saído do local sendo alcançado na rua pela mãe da menina, que passou a gritar, com isso, populares foram ao encontro dos dois e o pedreiro acabou agredido e espancado.

Quando preso, ele negou, dizendo que a menina teria se aproximado da mesa onde ele estava sentado com outros convidados, cumprimentado a todos e depois saído de perto, sendo que não teve mais nenhum contato com ela. O pedreiro ainda disse que saiu da festa para levar seus filhos menores para a casa deles.

Sendo que, neste momento, quando voltava, a mãe da menina começou a agredi-lo e acusá-lo de ter abusado de sua filha. O pedreiro disse acreditar que a mãe da menina está inventando a história, pois ela já brigou com a filha dele, proibindo a filha dele de ir a casa dela.

Ele foi preso encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), mas passou por custódia e teve a liberdade garantida, com uso tornozeleira eletrônica, recolhimento domiciliar noturno das 20 horas às 5h30, bem como proibição de manter contato com a vítima ou seus familiares.

O caso será investigado pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

Hits: 370

Redação Ms de Fato

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário