Política

Em momento histórico de legislaturas femininas, Câmara aprova indicação de Joana Michalski para distribuição de absorventes

Divulgação

O projeto prevê a inclusão de absorventes íntimos nas 378 cestas básicas que são entregues mensalmente a famílias assistidas pela Assistência Social

A Câmara Municipal de Vereadores aprovou em unanimidade a indicação de número 184/2021 da vereadora Joana Michalski (PSB), que solicita a inclusão de absorventes íntimos nas cestas básicas que são distribuídas às pessoas em situação de vulnerabilidade social/econômica.

A Câmara Municipal de Sidrolândia vive momento histórico, com 4 legislaturas femininas. Sendo que, a vereadora eleita Vanda Camilo assumiu a prefeitura municipal e a vereadora Juscinei Claro comanda a presidência da casa. Assim, projetos que apresentam maior representatividade feminina têm sido foco no biênio.

O projeto prevê a inclusão de absorventes íntimos nas 378 cestas básicas que são entregues mensalmente a famílias assistidas pela Assistência Social, sendo 100 para o CRAS São Bento, 100 para o CRAS Jandaia, 100 para o CRAS Cascatinha e 78 para famílias do programa A Rua é Nossa.

O CRAS é a porta de entrada e diálogo com as famílias, como a menstruação ainda é um tema tabu, o ideal é que a instituição faça essa ponte. Além do produto, a indicação prevê o envio de material educativo para orientar adolescentes sobre o fluxo e cuidados com a higiene.

A vereadora Joana conta que a indicação foi feita para atender a solicitações de mulheres e adolescentes feitas em época de campanha. “Durante a campanha ouvi muitas demandas e uma que me chamou atenção foi a necessidade do absorvente íntimo. Ouvi histórias de meninas que deixam de ir à escola por não ter condições de comprar um absorvente. Ouvi mulheres da área rural que vinham à cidade para sacar o auxílio emergencial e passavam o dia em uma fila com um único absorvente. Isso além de ferir a dignidade da mulher, prejudica a sua saúde”, diz Joana.

A indicação já foi encaminhada à Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Assistência Social e a secretária Aletânia Ramires Gomes afirmou que a gestão está empenhada em atender à solicitação por entender a real necessidade de dar dignidade às mulheres que não tem condições de arcar com esses produtos de higiene pessoal e que já está realizando os procedimentos necessários para que a inclusão do produto na cesta aconteça!

Hits: 5

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?