DESTAQUE

Flávio Bolsonaro provoca e bancada feminina vai fazer barulho na CPI da Covid

Senador Flávio Bolsonaro — Foto: REUTERS/Adriano Machado

Em mais uma trapalhada do governo, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) provocou a bancada feminina do Senado, que decidiu ir para a guerra na CPI da Covid. Como não há nenhuma senadora na comissão, Flávio Bolsonaro disse que as mulheres se mostravam “menos indignadas” e deu a entender que elas não quiseram participar das investigações. As declarações foram feitas na sessão de instalação da CPI.

O machismo fez a bancada feminina se unir ainda mais. Elas decidiram que em todas as sessões haverá pelo menos uma senadora. Elas vão fazer barulho:

“Na minha terra tem um ditado que diz ‘não cutuque onça com vara curta’. Já íamos participar da CPI diuturnamente, porque nada é mais importante para a bancada feminina que entender os erros que mataram centenas de milhares de brasileiros, e continuam matando. Agora, provocadas, estaremos de plantão 24 horas”, explicou a senadora Simone Tebet (PMDB-MS).

 

Senadora Simone Tebet — Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Senadora Simone Tebet — Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Os trapalhões

 

Esse humilde blog pergunta: quem deve ganhar o troféu Trapalhões da CPI? Até o momento concorrem:

  1. General Ramos – Fez circular um documento que aumentava de 18 para 23 os pontos a serem investigados;
  2. Flávio Bolsonaro – Com seu machismo, chamou para a briga as 12 senadoras;
  3. Flávia Arruda – Esqueceu de apagar as digitais do governo nos requerimentos de informações apresentados pelos senadores governistas.

Fonte: G1

Hits: 4


”Play”

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?