As melhores notícias da nossa região!

Operação do Gaeco e Corregedoria mira policiais civis na fronteira com Paraguai

Agentes da Polícia Civil em Ponta Porã, a 313 km de Campo Grande, são alvos nesta segunda-feira (25) de operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) de Mato Grosso do Sul). A Corregedoria da Polícia Civil também acompanha a ação.

Segundo informações, buscas estão sendo feitas na 1ª Delegacia de Polícia Civil, no Jardim Ipanema, e na 2ª DP, no Jardim Vitória.

Equipes do Gaeco também foram vistas na casa de uma policial na Vila Renô e no edifício localizado em frente ao Estádio Aral Moreira.

As informações são de que policiais militares também estariam entre os alvos, mas isso ainda não foi confirmado. O motivo que levou o Gaeco a desencadear operação contra os policiais ainda não foram divulgados.

Ponta Porã e vizinha Pedro Juan Caballero formam a principal base do crime organizado na fronteira de 1.200 quilômetros entre o Paraguai e Mato Grosso do Sul. As duas cidades lideram os índices de execuções na linha internacional, centenas delas nunca esclarecidas.

Facções criminosas brasileiras mantêm forte estrutura em Pedro Juan Caballero e Ponta Porã, de onde enviam drogas e armas para os grandes centros brasileiros.

Talvez te interessem:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© Copyright Meu Portal de Notícias 2022. Todos os direitos reservados.