Economia

Para sustentar uma família, campo-grandense precisa gastar mais de R$ 1,7 mil com cesta básica

O valor da cesta básica para uma família composta por quatro pessoas, sendo dois adultos e duas crianças, chega a custar R$ 1.766,52 em Campo Grande.

É o que mostra a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), referente a julho.

Já a cesta básica para uma única pessoa, sai a R$ 588,84. No mês passado era R$ 566,78, ou seja, um aumento de 3,88% ou cerca de R$ 23.

No ano, a variação da cesta básica foi de 2,14%.

O Percentual do salário mínimo líquido para compra de uma cesta básica, fica em 57,87% (elevação de 02,17 p.p. em relação à junho).

Com isso, para conseguir comprar, o campo-grandense precisa trabalhar 117h46min.

PRODUTOS

O produto de maior variação no mês passado foi o tomate, de 25,38%, com custo médio de R$ 4,15 o quilo.

A banana teve diferença de 13,31%; café em pó 8,77%; manteiga 4,25%; farinha de trigo 3,71%; açúcar cristal 3,40%; leite de caxinha 3,03%.

A carne bovina subiu 2,86% se comparado a junho; pão francês 1,50% e arroz agulhinha 0,44%.

Em se tratando das quedas, o quilo da batata teve queda expressiva de 19,29%; o óleo de soja teve retração de 0,46% e o feijão carioca de 0,15%.

NACIONAL

Ainda conforme a pesquisa, a cesta básica vendida em Campo Grande está entre as cinco maiores entre cinco capitais brasileiras.

Em julho, o valor médio da cesta básica teve alta em 15 cidades e diminuiu em duas.

Além de Capital de Mato Grosso do Sul, as maiores altas foram registradas em Fortaleza (3,92%), Aracaju (3,71%), Belo Horizonte (3,29%) e Salvador (3,27%).

João Pessoa teve queda de 0,70% e Brasília de 0,45%.

Correiodoestado

Hits: 5

Redação Ms de Fato

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário


”Play”

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?