Polícia

PM usaria família para movimentar mais de R$ 63 milhões em Campo Grande

(Divulgação Dracco)

A Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado) deflagrou na manhã desta quarta-feira (18), uma operação que investiga um Policial Militar da reserva, que através de empresas de fachada teria movimentado mais de R$ 63 milhões. Os mandados são cumpridos em Campo Grande e o nome do militar não foi divulgado.

O militar usava a rede familiar para constituir as empresas de fachada, e assim, fazer a lavagem de dinheiro ocultando bens e branqueando ativos obtidos ilicitamente através de rede criminosa. Não há informações de prisões.

Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão em torno de residências e empresas ligadas aos investigados. Foi ainda pedido a indisponibilidade de bens móveis, imóveis, além do bloqueio de contas bancárias de sete pessoas e duas empresas, todos deferidos e ordenados judicialmente pelo juízo da 4ª Vara Criminal.

midiamax

Hits: 13

Redação Ms de Fato

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário


”Play”

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?