DESTAQUE

Prefeita acompanha início de reformas em 4 Escolas Municipais

Sefate atualiza informação do investimento nas obras que resultarão em melhorias na estrutura física das unidades escolares em Sidrolândia.

Após resolver todos os entraves que impediam a aceleração das obras, a atual Administração Municipal deu início na terça-feira (23/03) às reformas estruturais em quatro Escolas Municipais tradicionais na cidade de Sidrolândia.

A empresa vencedora do certame licitatório, Urbane Engenharia e Urbanizadora, instalou os canteiros de obras na segunda-feira, e desde então realiza os serviços.

Olinda Brito de Souza, Valério Carlos da Costa, Natália Moraes de Oliveira e Pedro Aleixo, recebem reformas estruturais que consistem em demolições, novas edificações, readequação de espaços, melhorias na cobertura, hidráulica, elétrica e pintura, que resultarão na modernização das Escolas Municipais.

A prefeita Vanda Camilo – que com os secretários municipais e equipes técnicas de engenharia, planejamento e finanças, trabalhou em seguidas reuniões para que os impeditivos da obra fossem solucionados – visitou hoje (23) as unidades escolares, conversou com diretores e responsáveis pela empreiteira, para acompanhar de perto o desenvolvimento do projeto.

– Queremos acelerar as obras em nossas Escolas Municipais, mas teremos o cuidado com a qualidade dos serviços, para o conforto dos trabalhadores e dos alunos, que, se Deus quiser, quando o Coronavírus estiver controlado, podermos abrir as portas das unidades escolares. Enquanto isso, a Prefeitura com a equipe do Planejamento acompanhará de perto para que esta importante ação seja bem sucedida – salientou a prefeita.

Investimento atualizado pela Sefate

A Secretaria Municipal de Fazenda, Tributação e Gestão Estratégica (Sefate), e o Departamento de Planejamento (Deplan) – vinculado à Secretaria de Governo e Desburocratização – atualizaram os custos das reformas das Escolas Municipais.

O montante de R$ 3,2 milhões anunciado anteriormente, é o recurso autorizado pelo Programa Finisa para a aplicação nas obras.

No entanto, o dispêndio na ação gira em torno de R$ 2,8 milhões nas 4 frentes de reformas (R$ 2,2 milhões para a contratação da empreiteira após a licitação com dinheiro proveniente do Finisa, somados a R$ 619 mil em recursos próprios do Município, em razão de realinhamento orçamentário).

 

Hits: 6


”Play”

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?