Cidades

Prefeitura de Campo Grande autoriza retorno das aulas presenciais do ensino fundamental ao superior

Decreto autoriza retorno em universidades, faculdades, cursos pré-vestibulares, cursos técnicos, ensino médio e ensino fundamental a partir de 8 de março.

Prefeitura de Campo Grande autorizou a partir de 8 de março retorno das aulas presenciais em universidades, faculdades, cursos pré-vestibulares, cursos técnicos, ensino médio e ensino fundamental.

Fica mantido ainda liberação para as aulas práticas e estágios profissionais curriculares. O Decreto n. 14.635 foi publicado na edição desta terça-feira (23), do Diário Oficial do município.

A medida impõe lotação máxima de 50% da capacidade para as turmas, desde que lotação atendas os distanciamentos previstos nos planos de biossegurança das instituições aprovados pelo Poder Executivo. Até então, estavam permitidos apenas 30% da capacidade.

As aulas presenciais foram suspensas em março do ano passado em todas as instituições de ensino em Mato Grosso do Sul, até agora somente a rede privada voltou de forma presencial.

O ensino da Rede Municipal de Ensino (Reme) de Campo Grande retornaram no dia 8 de fevereiro deste ano em formato remoto, mas discutem a volta em formato híbrido.

É válido lembrar que a Reme possui 104 unidades em Campo Grande, com aproximadamente 110 mil alunos, 13 mil servidores e 202 unidades.

O ano letivo na Rede Estadual de Ensino (REE) de Mato Grosso do Sul terá início no dia 1º de março. Porém, até agora a Secretaria de Estado de Educação (SED) ainda não tem certeza se as aulas serão dadas de forma híbrida, como queria a Pasta desde o início do ano, ou se elas continuarão de forma remota.

Mesmo com portaria do Ministério da Educação (MEC) permitindo o retorno das aulas presenciais em 1º de março, a maior parte das universidades públicas do Estado alegaram em janeiro ao Correio do Estado que não retornariam para as salas de aula no primeiro semestre letivo de 2021.

Com decreto municipal permitindo a liberação, contudo, as instituições com sede na Capital devem avaliar retorno, ou não, do ensino presencial.

No dia 12 de fevereiro, a prefeitura já havia liberado cartões de transporte para idosos e estudantes. Para os idosos, foram liberados para uso apenas entre os horários das 9h às 16h. No caso dos estudantes, estão permitidos o uso do cartão apenas alunos da rede de ensino que estiverem realizando atividades presenciais, respeitando o toque de recolher.

Nesta terça-feira (23), Campo Grande conta 73.307 casos confirmados de Covid-19 e 1.429 óbitos pela doença, de acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES). A Capital continua como o epicentro da pandemia no Estado.

Fonte: correiodoestado.com.br

Hits: 23

Eidson Brito

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?