Política

PT cita Zeca e Amaducci como possibilidades para disputar o Governo de MS

Partido quer candidatura única de esquerda no Estado

Há pouco mais de um ano para as eleições de 2022, o PT de Mato Grosso do Sul inicia discussão e diz trabalhar com dois possíveis pré-candidatos ao Governo do Estado, Zeca do PT e Humberto Amaducci.

“Estamos nos organizando, começando a montar nossas chapas proporcionais, iniciando a discussão do programa de governo e conversando com os partidos que podem compor uma aliança conosco”, disse o presidente da legenda em MS, Vladimir da Silva Ferreira.

Ele avalia que, no próximo pleito, ‘várias candidaturas no campo da direita’ devem ser apresentadas e, por isso, a ideia é trabalhar para apresentação de uma candidatura única na esquerda. Ainda sem definição do nome, o partido avalia lançar alguém para o Senado – em 2022, só será aberta uma vaga.

Em maio, o ex-governador do Estado Zeca do PT disse que disputar novamente era uma possibilidade. Até então, ele estava afastado da política. Nas redes sociais, um dos instrumentos para o político aparecer, uma vez que a pandemia reduziu agendas com público, Zeca aparece em fotos, desde com o presidente da Assembleia Legislativa de MS, deputado Paulo Corrêa (PSDB), até o presidente da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de MS), Ricardo Ayache (PSB) e o deputado federal Fábio Trad (PSD).

Já Amaducci, também citado pelo dirigente como possível nome, é ex-prefeito de Mundo Novo e, em 2018, disputou o Governo do Estado.

 

midiamax

Hits: 5