Fato

Pugilista morre aos 19 anos após sofrer danos cerebrais após luta

Divulgação

Rashed Al-Swaisat estava hospitalizado há mais de uma semana, na Polônia

A Associação Internacional de Boxe (AIBA) anunciou, em forma de comunicado emitido através das plataformas oficiais ao início da tarde desta terça-feira, que o pugilista Rashed Al-Swaisat não sobreviveu a danos cerebrais e morreu, aos 19 anos.

“É com profunda tristeza que tomamos conhecimento da morte de Rashed Al-Swaisat, da Jordânia, que tinha sido admitido no hospital a 16 de abril, após um combate durante os Mundiais Juvenis”, pode ler-se na nota.

“O Rashed permanece nos nossos corações e nas nossas preces. Os nossos pensamentos estão com a família, amigos e companheiros de equipe, a quem endereçamos as nossas mais sinceras condolências”, completa o organismo.

Rashed Al-Swaisat defrontou o estônio Anton Winogradov, na categoria de -81 kg, na Polônia, e perdeu os sentidos no terceiro ’round’, após um forte impacto, tendo recebido cuidados médicos no local antes de ser transferido para uma unidade hospitalar.

O jovem pugilista foi colocado numa unidade de cuidados intensivos e alvo de uma neurocirurgia, tendo lutado pela vida durante 11 dias antes de sucumbir aos danos cerebrais.

Hits: 3

Redação Ms de Fato

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário


”Play”

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?