Saúde

Saiba quais são as cidades que mais vacinaram em Mato Grosso do Sul

Há municípios que já imunizaram mais de 100% do grupo prioritário da fase 1, enquanto outras não chegaram nem a 50%

Paranaíba, Iguatemi e Selvíria são as cidades que mais vacinaram em Mato Grosso do Sul até o momento.

O município de Paranaíba já imunizou todo o grupo prioritário 1, o percentual de imunizantes aplicados na primeira dose foi de 115,2% e da segunda é de 21,55%.

Iguatemi já alcançou sua meta, ao imunizar 108,54% do grupo prioritário 1. A cidade recebeu 515 imunizantes da primeira dose e 306 da segunda. A população estimava imunizar  no grupo 1 736 pessoas e 719 já foram vacinadas. Já o número de cidadãos estimados para segunda dose é de 306 e já foram vacinados 79.

O prefeito de Iguatemi, Lídio (PP), afirma que toda a eficiência no processo de vacinação se dá por conta de equipes competentes e preparadas.

O percentual de pessoas imunizadas na fase 1 em Selvíria já está em 99,03%. A meta (90%) do grupo 1 para a primeira dose é de 331 pessoas e 328 já foram imunizadas. O prefeito e Selvíria, José Fernando (PSDB), diz que toda essa agilidade na vacinação é por conta do empenho das equipes de saúde do município.

“Nós temos o controle de cadastro populacional, o que facilitou o levantamento de pessoas que são do grupo prioritário. Temos também a vacinação domiciliar com agendamento de pessoas que tem dificuldade de locomoção. Isso deu uma excelente agilidade na nossa vacinação”, acrescenta.

Porque alguns municípios do MS ultrapassaram a meta de vacinação e outros estão sem vacinas? 

Municípios como Iguatemi e Paranaíba já ultrapassaram a meta de vacinação do grupo prioritário 1 de sua população, enquanto outros, como Campo Grande, estão sem vacina.

Selvíria está quase alcançado sua meta. Da primeira dose, 328 já foram aplicadas, enquanto a meta é de 331 pessoas, ou seja, faltam apenas 3 pessoas para o nível desejado ser atingido.

Prefeitos dessas cidades alegam que todo o sucesso no processo de imunização é por conta da competência e agilidade das equipes de seus respectivos municípios.

Japorã recebeu 2.727 doses para a primeira aplicação. Já para a segunda aplicação, 2.642. Isso acontece porque o município possui muitos índios, e eles estão incluídos na fase 1. Por consequência, ele recebe mais vacinas e grande parte de seus habitantes são vacinados.

Campo Grande, por exemplo, é uma cidade que possui número baixo de índios, e não tem tanta prioridade assim como outros locais que habitam muitos indígenas.

Panorama da vacinação em 23 de fevereiro em MS

Mato Grosso do Sul já tem 146.574 doses aplicadas (107.484 da primeira dose e 39.090 da segunda dose). Mais de 107 mil pessoas já foram vacinadas até o início da manhã de hoje (23).

O estado já recebeu um total de 222.712 imunizantes, sendo 133.270 da primeira dose e 89.442 da segunda. Por meio do vacinômetro, é possível saber a situação do processo de imunização em cada município do Estado.

As pessoas podem informar-se quantas pessoas já foram vacinadas, o número de doses recebidas, número de doses aplicadas, percentual de vacinados e quais são os grupos.

Coronel Sapucaia é a cidade que menos vacinou até agora em todo o Estado. De acordo com o vacinômetro, 47,51% do primeiro grupo prioritário foi vacinado até o momento, enquanto a cobertura vacinal está em mais de 60% no restante das cidades para a mesma população.

De acordo com o Painel Coronavírus – Google, 212.146.227 doses já foram aplicadas no mundo.

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, pede para que a população se vacine e destaca a importância da ciência em todo o processo. “Além do processo de higiene, usar máscara, distanciamento social, a gente aponta mais uma coisa importante no processo de enfrentamento à Covid-19: a vacina”, cita.

Ainda segundo o secretário, a vacina, além de ser um ato de vontade própria, também é um ato de vontade coletiva de fazer com que a pandemia seja cessada.

Doses em MS

No dia 18 de janeiro, 158.760 doses da vacina Coronavac desembarcaram na Base Aérea de Campo Grande.

Em 24 de janeiro, 22 mil doses chegaram ao Estado no Aeroporto Internacional de Campo Grande em um voo da Azul.

No dia 25 de janeiro, 10.200 doses da vacina Coronavac desembarcaram no Aeroporto Internacional de Campo Grande em um voo da Latam.

Em 7 de fevereiro, a quarta remessa com 32 mil doses chegaram ao Estado acondicionado em caixas.

O Estado aguarda por novas remessas para os próximos dias.

Fonte: correiodoestado.com.br

Hits: 6

Redação Ms de Fato

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?