Cidades

Sidrolândia: 441 idosos já receberam a segunda dose da vacina CoronaVac

As aplicações iniciaram ontem (13), no Drive-Thru ao lado da UPA e no ESF Jandaia.

Na terça-feira (13/04), em Sidrolândia, a Secretaria Municipal de Saúde de Sidrolândia iniciou a aplicação da segunda dose da vacina CoronaVac contra a covid-19. No total, foram imunizados 441 idosos.

As aplicações ocorreram, pela manhã, no Drive-Thru ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e no Estratégia Saúde Familiar (ESF) Jandaia.

A coordenadora de Imunização e enfermeira Alana Furtado Hefler esclareceu que os idosos que foram imunizados ontem (13), receberam a primeira dose no dia 20 de março. De acordo com ela, a segunda dose deve ser aplicada no período entre 21 a 28 dias após a primeira aplicação e deve ser utilizado o mesmo imunizante aplicado na primeira dose.

Cb image default
Divulgação

Maria Mesquita, 69, moradora do assentamento Eldorado II, afirmou que toda família contraiu coronavírus, mas que todos já estão bem. “Esperamos a vacina com muita ansiedade. A equipe da Saúde está de parabéns, a primeira dose foi aplicada lá no assentamento, então, eu acho o atendimento espetacular”, revelou.

Já para Argildo Pereira, 70, que também é morador assentamento Eldorado II, a espera da vacina foi tranquila. “Esperei tranquilo, não doeu, agora vamos ver os resultados daqui pra frente”. Na família de Argildo, apenas uma sobrinha contraiu o vírus.

Outra idosa que tomou a segunda dose foi a Anatália Amarilia, 69, moradora do bairro São Bento. Ela disse que tinha medo de tomar a vacina, mas que o sentimento agora é de felicidade por ter sido vacinada.

Vacinação agora a partir dos 60 anos, com prioridade para comorbidades graves

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a campanha de vacinação contra a Covid-19 passa a ser para a faixa etária acima dos 60 anos, mas que os pacientes com comorbidades graves, a partir dessa idade, serão prioridade.

Sidrolândia recebeu no sábado (10/04), mais 200 doses da AstraZeneca. Na segunda-feira (12), as doses foram distribuídas nas Unidades de Saúde, que realizarão a primeira dose a idosos a partir dos 60 anos.

 

Cb image default
Divulgação
Cada posto de saúde aplicará essa vacina nos primeiros que comparecerem e agendará a imunização das pessoas, em caso de se esgotar o lote com as 200 doses. Dessa maneira, com o intuito de evitar aglomerações, será feito o contato por telefone para os agendados, para que compareçam na data e horário combinados a fim de buscarem a primeira dose.

Quais são as comorbidades graves para fins de vacinação?

– Pacientes com doenças imunossuprimidas;

– Oncológicos com doença ativa em tratamento;

– Transplantados de órgão sólido ou de medula óssea e renais crônicos;

– Pneumopatias crônicas graves;

– Pacientes com doenças cardiovasculares crônicas, que tenham sido submetidos a procedimentos operatórios;

– Doença cerebrovascular;

– Obesidade mórbida;

– Diabéticos e hipertensos, somente se for descompensada (sendo necessária a apresentação do cartão de acompanhamento para comprovar, ou laudo médico ou a enfermeira da Unidade de Saúde);

– Cirrose hepática.

Para todos esses casos de comorbidades graves, a orientação é para que seja consultada a Unidade de Saúde onde o paciente é cadastrado para verificação da disponibilidade da vacina.

Hits: 2

Redação Ms de Fato

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário


”Play”

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?