Cidades

Sidrolândia lança sistema de cadastro para vacinação contra a Covid-19

A Prefeitura de Sidrolândia, lançou o sistema desenvolvido pela Administração Municipal de Campo Grande, para agilizar o processo de vacinação contra a Covid-19.

Em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde (Sesau e Semsp), Agência Municipal de Tecnologia e Informação (Agetec) e com a equipe de Tecnologia da Informação (TI), foi implantado o sistema de identificação prévia como forma de diminuir as filas e o tempo de permanência nos locais de vacinação, evitando aglomerações. O sistema pode ser acessado através do site: vacina.sidrolândia.ms.gov.br.

Os usuários terão que preencher um questionário com dados pessoais e no caso de profissionais de saúde anexar um comprovante de vínculo, que pode ser a imagem da carteirinha do conselho de classe ou holerite, e um documento oficial com foto para ambos.

A identificação não é um agendamento, mas garante atendimento mais rápido nos locais de vacinação e evita a formação de aglomerações. Para as pessoas que tiverem dificuldades em se cadastrar no sistema, pode procurar a Unidade de Saúde pode obter ajuda.

A prefeita Vanda Camilo acredita que a tecnologia contribuirá com o prosseguimento da ação de vacinação contra a Covid-19 em Sidrolândia.

“Agradecemos ao prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad e ao secretário de Saúde Dr. José Mauro, por proporcionarem este apoio tecnológico ao nosso município, que é o 6º mais populoso de Mato Grosso do Sul, onde necessitamos de toda a estrutura possível para o enfrentamento a essa pandemia”, afirmou a prefeita.

Com a identificação prévia, não é necessário que o servidor preencha todos os dados do paciente, sendo possível reduzir de 5 a 10 minutos cada atendimento.

O sistema também é uma importante e estratégica ferramenta de gestão, sendo possível estimar a quantidade de doses necessárias para atender um grupo específico a partir do número de pessoas cadastradas.

Passo a passo

1- A pessoa acessa o endereço web vacina.sidrolandia.ms.gov.br através de dispositivo conectado à internet, realiza o seu cadastro uma única vez e preenche os dados obrigatórios exigidos pelo Ministério da Saúde;

2- Finalizada a identificação, a pessoa poderá se dirigir até a tenda localizado ao lado da UPA, e informar aos responsáveis nesses locais que já realizou a identificação pelo sistema.

Quem não conseguir preencher os dados online poderá se dirigir aos locais de vacinação tendo em mãos os documentos obrigatórios de identificação.

Vacinação garantida

Mesmo que a pessoa não faça o cadastro no sistema, ela não vai deixar de ser vacinada. É preciso que seja apresentado o CPF ou o Cartão SUS, e os dados serão lançados na hora. Com ele, o paciente tem o histórico salvo na rede pública de saúde. Além disso, apresentar um dos documentos faz com que seja feita a identificação, controle, segurança e monitoramento adequado das pessoas que receberam as doses. Isso vai ajudar a evitar a duplicidade de vacinação.

 

Fonte: Karina Souza, Assessoria de Comunicação da Prefeitura

Hits: 59

Heloisa Trindade Trindade

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário


”Play”

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?