DESTAQUE

Sidrolândia tem a primeira mulher prefeita eleita de sua historia.

Reprodução/Facebook

Vanda Cristina Camilo é a  primeira mulher a administrar o município de Sidrolândia em 67 anos de emancipação política.

Com a eleição suplementar realizada neste domingo (13), Vanda Camilo, do PP foi eleita primeira mulher prefeita de Sidrolândia, ela teve 10.768 votos, o que corresponde  a 52,4% dos votos válidos, contra 9.782 votos de Enelvo Felini, do PSDB, que teve 47,6%.

Após ser eleita vereadora em 2020 Vanda Camilo PP. assumiu o município interinamente após o prefeito eleito Daltro Fiuza ter seu mandato cassado pela justiça eleitoral.

Vanda, como prefeita  interina desenvolveu uma administração em cinco meses de mandato que agradou a população que conduziu a mesma definitivamente ao cargo de prefeita. Vanda  teve na chapa de prefeita a vice Rose Fiuza, sendo que as duas mulheres venceram as eleições do ex-prefeito Enelvo Felini que teve como candidato a vice Moacir do Vacaria que morreu vítima de Covid 19, assumindo a chapa de vice Dr. Sergio Ocampos.

A eleição ainda somou 335 votos brancos (1,58%) e 401 nulos (1,88%). Ao total foram 21.286 votos contabilizados, dos 31.356 eleitores que estavam aptos a votar nesta eleição.

Entenda o motivo da nova eleição

A eleição suplementar foi determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em março deste ano, depois que o órgão negou por unanimidade recurso ao candidato mais votado à prefeitura de Sidrolândia nas eleições 2020, Daltro Fiuza, do MDB.

Ele buscava reverter decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), que indeferiu o registro de candidatura por ser enquadrado na lei da “Ficha Limpa”.

Porém , o Apoio do ex prefeito Daltro Fiuza, muito contribuiu para a vitória de Vanda Camilo, pois o mesmo é considerado liderança forte no município.

 

Hits: 30

Enviar Mensagem
Posso ajudar?
Olá
Tudo Bem?