DESTAQUE

Vanda Camilo dispara na pesquisa, alcançando 67,06% das intenções de voto

Vanda Camilo (PP), Rosi Fiuza (MDB), Enelvo Felini (PSDB), Moacyr do Vacaria (PATRIOTA)

Segundo pesquisa do Instituto de Pesquisa e Resultado, contratada pelo Correio do Estado, há 12 dias das eleições suplementares em Sidrolândia, a prefeita em exercício Vanda Camilo (PP), dispara nas intenções de voto alcançando a margem de 67,06%. Enquanto isso, o candidato opositor, Enelvo Felini (PSDB), se mantém atrás com 32,94%.

A pesquisa registrada na Justiça Eleitoral com número 06789/2020, foi realizada entre os dias 27 e de 30 de maio, ouvindo 340 moradores de Sidrolândia.

Enelvo Felini, que já teve gestões em Sidrolândia passa Vanda Camilo somente na rejeição, já que ele apresenta a porcentagem de 27,35%. Enquanto isso, a primeira candidata mulher a prefeitura da cidade, que representa o partido PP, tendo como vice também uma mulher, Rosi Fiuza (MDB), apresenta somente 11,18% de rejeição.

Segundo matéria divulgada no Correio do Estado após a pesquisa, os resultados são esses:

ESPONTÂNEA

Vanda Camilo lidera na pesquisa espontânea. Neste levantamento, ela aparece com 40,59% das menções dos entrevistados, enquanto Felini tem 19,71% da preferência.  

Na espontânea, 3,82% dos eleitores dizem que seus votos são brancos ou nulos, enquanto o volume de indecisos empata tecnicamente com Vanda Camilo: 35,88%.  

VOTOS VÁLIDOS

No cenário que reproduz a divulgação dos dados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS) com apenas os votos válidos, Vanda Camilo dispara, com 67,06% da preferência. Enelvo Felini tem 32,94%.

REJEIÇÃO

Em apenas um dos levantamentos feitos pelo IPR no fim de semana Felini aparece na liderança: o de rejeição. Conforme a pesquisa, ele tem 27,35% de rejeição, enquanto Vanda Camilo tem 11,18%.

Neste quesito, a liderança vem dos eleitores que afirma não rejeitar nenhum dos dois: 42,65%. Os que rejeitam todos os nomes são 1,76%, os que disseram que preferem votar em branco ou anular são 2,65%, enquanto 14,41% se declaram indecisos quanto à rejeição aos candidatos.  

O diretor do IPR, Aruaque Fresato Barbosa, explicou que a pesquisa relata uma tendência do eleitorado. “É um retrato do momento”, frisa. Até o dia 13, porém, ainda há bastante tempo para uma campanha, e o número de indecisos é considerado grande.  

Aruaque também destaca uma abrangência da pesquisa no município, que tem uma zona rural populosa, além de uma zona urbana em crescimento. “As declarações também foram realizadas em distritos, assentamentos e aldeias”, explica.

Hits: 91